Acontecimentos Polícia Política  


Virginia Aguiar vende 15 tarefas de terra na BR-101 em Conceição do Jacuípe


Lotes planos no Bairro Rocinha em Humildes. Parcelamento em até 60x.
Lotes a partir de 15 mil

Casa de Carne do Gaúcho é sua melhor opção e com cortes especiais


Casas em Conceição do Jacuípe no Centro da Cidade
Contato (75) 98185 - 0095 Zé Paulo


-
Conheça as poromoções do Pedronça

Dicas

Utilidade Pública


 

 

Lançamento dia 10 de Setembro


Operação da Polícia Civil combate grilagem de terra na Bahia

A operação "Oeste Legal", deflagrada nesta quinta-feira, 25, combate o crime de grilagem de terra no oeste da Bahia. São cumpridos mais de 30 mandados de prisão, conduções coercitivas e busca e apreensão de documentos.
A ação acontece em Barreiras, Santa Rita de Cássia e Formosa do Rio Preto, além da capital baiana. De acordo com a TV Record Bahia, um homem foi preso no bairro da Barra, em Salvador. Também são cumpridos mandados em Mato Grosso e no Paraná.
De acordo com o Tribunal de Justiça da Bahia, que participa da ação, os envolvidos na grilagem de terra aplicaram golpes estimados em R$ 30 bilhões.
Conforme a investigação, o grupo fraudava documentos, transferindo terras para os nomes de pessoas e empresas ligadas a eles. O bando também fazia operações bancárias dando as terras como garantia
.


Polícia procura mãe acusada de mandar matar filho de 7 anos

Uma mulher é procurada pela polícia suspeita de ter ordenado o assassinato do próprio filho de 7 anos. De acordo com a polícia, Carlos Henrique Moura foi morto afogado, no dia 7 de janeiro de 2015, em um córrego em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O corpo dele foi achado dois dias após ele desaparecer.

Segundo a polícia, José Nilton Pereira da Silva, 35 anos, é acusado de ter cometido o crime. Ele está preso e alegou que matou o menino a mando de Alexandra Moura da Silva, 26 anos, que prometeu manter relações sexuais com ele em troca do homicídio.
Nilton, que já namorou com a avó de Carlos Henrique, disse que a jovem tinha medo que o filho contasse para a avó paterna que ela pretendia assaltar um banco e que ela vendia drogas. O menino morava com a avó. Alexandra está foragida desde 16 de agosto
.


Suspeita de assaltos a ônibus é encontrada morta em Feira de Santana

Foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (25), em Feira de Santana, Franciele da Silva Deiró, de 28 anos, suspeita de praticar vários assaltos a ônibus na cidade.

Segundo o delegado Gustavo Coutinho, a vítima foi sequestrada em sua casa, no bairro Asa Branca IV, ontem à noite e foi levada para a estrada da Ponte do Rio Branco onde foi executada.

“A foto da vítima estava circulando nos grupos de Whatsapp juntamente com a foto de um vizinho como envolvidos em vários assaltos a ônibus. Ela foi sequestrada em casa por um grupo de homens encapuzados e executada no local onde o corpo foi encontrado. O calibre da arma utilizada no crime foi calibre ponto 40. A vítima possuía cicatrizes antigas de disparos de arma de fogo na perna. Já havia sido vítima por duas vezes de tentativa de homicídio no passado”, acrescentou.

A Delegacia de Homicídios de Feira de Santana investiga o caso.



Dependentes químicos são tratados na (UTQ) após serem torturados por traficantes

Em uma espécie de "tribunal do crime", dependentes químicos (viciados em drogas) são torturados por traficantes, por estarem com dívidas nas bocas de fumo em cidades do recôncavo. Nos últimos meses, algumas vítimas deram entrada na Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ) no Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus, unidade antes pertencente ao município de Cruz das Almas.

Segundo informações obtidas pela reportagem do site Cruz na Tela, por pessoas próximas a familiares de algumas vítimas, elas são da cidade de Santo Antônio de Jesus, Varzedo, Maragogipe e outras, que ao serem abordadas pelos líderes do tráfico de drogas em suas cidades, são levadas para uma espécie de tribunal do crime e tem partes do corpo queimados, na maioria das vezes com álcool.

Ainda segundo informações, todas as vítimas receberam altas, logo após serem tratadas por médicos e enfermeiros, com bastante experiência em casos de queimaduras de 2ª e 3ªgrau. Com medo de represálias, casos assim, a família prefere não levar ao conhecimento da polícia e termina pagando o valor determinado pelos traficantes
.



Conselho de Ética abre processo contra Jean Wyllys; ‘Situação agravada’, diz Araújo

O presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado José Carlos Araújo (PR-BA), abriu nesta quarta-feira (10) uma representação contra o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) por quebra de decoro parlamentar.

O pedido de abertura de processo disciplinar foi apresentado pelo PSC, que acusa o parlamentar baiano de divulgar no dia 12 de junho, em sua página no Facebook, um texto que teria associado os deputados Jair Bolsonaro (PSC-RJ), Eduardo Bolsonaro (PSC-SP) e Marco Feliciano (PSC-SP) ao atentado em uma boate gay de Orlando (EUA). Segundo Araújo, foram sorteados três parlamentares que poderão assumir a relatoria do processo contra Jean. Caberá a ele escolher entre Capitão Augusto (PR-SP), Silas Campos (PRB-AM) ou Júlio Delgado (PSB-MG) para o posto. Ainda de acordo com Araújo, o fato de Jean ser reincidente no Conselho de Ética pode agravar a situação do deputado. “Ele é reincidente e essa reincidência é um problema que agrava a situação, sem dúvidas”, afirmou em entrevista ao Bahia Notícias. Em março deste ano, o colegiado arquivou, por unanimidade (leia aqui), uma ação disciplinar proposta pelo PSD contra o socialista por supostamente acusar o deputado João Rodrigues (PSD-SC) de roubar dinheiro público, durante troca de acusações entre os parlamentares em uma sessão plenária. Já em 17 de abril, durante a votação que enviou o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff para o Senado, Wyllys se envolveu em outra polêmica. O baiano desferiu uma cusparada contra Jair Bolsonaro (relembre), após o carioca exaltar em seu voto o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, considerado um dos maiores torturadores do período da Ditadura Militar. Araújo deve agora conversar com os deputados sorteados, para avaliar se há algum nível de envolvimento ou histórico de desentendimentos entre eles e Jean, o que poderia prejudicar a imparcialidade do relator na condução do processo. A ele caberá elaborar o relatório pela admissibilidade ou arquivamento do processo disciplinar. Caso o relator recomende a continuidade da ação, o Conselho de Ética vota se envia ou não o processo para apreciação do plenário da Câmara, o que pode culminar na cassação do mandato do deputado. Na sessão desta quarta (10), o Conselho também instaurou processos disciplinares contra Wladimir Costa (SD-PA) e Laerte Bessa (PR-DF). Para analisar a representação contra o deputado Costa, protocolada pelo PT, foram sorteados os deputados Subtenente Gonzaga (PDT-MG), Betinho Gomes (PSDB-PE) e Nelson Marchezan (PSDB-RS). Já para apreciar a representação contra Bessa, o conselho sorteou Sérgio Moraes (PTB-RS), Professor Victório Galli (PSC-MT) e Mauro Lopes (PMDB-MG).


Feira: presos só terão direito a saída temporária com tornozeleira eletrônica

O juiz titular da Vara de Execuções Penais de Feira de Santana, Valdir Ribeiro Júnior, determinou esta semana que os presos da comarca de Feira só terão direito a saída temporária com monitoramento eletrônico. Valdir, que se encontra no cargo há cerca de dois meses, afirmou que está apenas cumprindo com a lei que vigora há seis anos. “Desde 2010, a Lei de Execuções Penais exige o uso de tornozeleiras eletrônicas em casos de saída temporária e prisão domiciliar. A Bahia é o único estado que ainda não a cumpre”, relatou o juiz. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), a licitação para conseguir os equipamentos já está sendo feita desde dezembro do ano passado.

A secretaria afirmou que o processo licitatório está em fase de análise de orçamento pela Secretaria de Administração (Seab). Depois será encaminhado a Seap para liberação das tornozeleiras. Ainda não há previsão para a licitação ser concluída. A próxima data de saída temporária dos presos é o Dia dos Pais. Em Feira, cerca de 95 deles ainda irão sair sem tornozeleira, porque solicitaram antes da chegada do juiz Valdir. Aproximadamente 20 não terão direito à saída, já sofrendo os efeitos da determinação. Segundo o juiz da comarca, o governo solicitou 3 mil tornozeleiras para todo o estado. “Feira de Santana precisaria de, no mínimo, umas 300”, afirma. Ainda segundo Valdir, os custos dos equipamentos e do serviço de monitoramento seria de R$ 15 milhões. A Seap não confirmou esses números.



Funcionário surta em ônibus escolar de Conceição do Jacuípe

Grupo de Solidariedade distribui donativos e faz tarde social em Conceição do Jacuípe

Coisas da Política: Defesa dos salários e não da prefeita

Policia Militar de Conceição do Jacuípe comemora o dia do soldado com crianças

Carta aberta a João de Roque

Prefeitura de Conceição do Jacuípe adquire trator para área rural

Transtornos e esperança na obra da Rua 1º de Maio em Conceição do Jacuípe

TRE divulga locais de votação de eleitores de Amélia Rodrigues

Câmara de Conceição do Jacuípe concede 40% de suplementação para prefeitura

Academia de Conceição do Jacuípe é campeã da copa interiorana de Karatê

Seleção de Conceição do Jacuípe perde em casa no Intermunicipal

Missa do Vaqueiro reúne milhares de pessoas em Coração de Maria

©2009 Jacuípe Notícias, todos os direitos reservados

Jacuípe Noticias